Absurdos Jurídicos

14a. Vara da Justiça Federal em São Paulo. Proc. 89.0011039-0 

------------------------------------------------------------------------------------------------------

Tribunal de Justiça de Brasília 
Texto juridico verdadeiro e curioso - "PAU NO NOME"

------------------------------------------------------------------------------------------------------

Direitos Mínimos 
TJ-RS condena réu, mas impõe condição para prisão

------------------------------------------------------------------------------------------------------

Sentença Judicial datada de 1833 - Província de Sergipe 

------------------------------------------------------------------------------------------------------

PROCESSO TRT/SP Nº: 01290200524202009 

------------------------------------------------------------------------------------------------------

Caso da cidade de Carmo da Cachoeira, Minas Gerais. 
Esta aconteceu na cidade de Carmo da Cachoeira, em Minas Gerais. O juiz Ronaldo Tovani, 31 anos, substituto da comarca de Varginha, ex-promotor de justiça, concedeu liberdade provisória a um sujeito preso em flagrante por ter furtado duas galinhas

------------------------------------------------------------------------------------------------------

Autos n° 033.08.013470-2 

------------------------------------------------------------------------------------------------------

Processo: 2007.84.00.007969-5 

Acusados de praticar crimes pela internet, Paulo Henrique da Cunha Vieira, Ruan Tales Silva de Oliveira e Raul Bezerra de Arruda Júnior terão que estudar para continuar em liberdade provisória. A decisão é do juiz Mário Jambo, da 2ª Vara Criminal da Justiça Federal do Rio Grande do Norte. O juiz obrigou os três a ler livros de literatura. A cada três meses, eles terão que entregar um resumo de dez laudas dos livros indicados pelo juiz. As primeiras obras a serem lidas são A hora e a vez de Augusto Matraga, último conto do livro Sagarana, de Guimarães Rosa, e Vidas Secas, de Graciliano Ramos.

Fonte: http://palavrassussurradas.net/?p=54

------------------------------------------------------------------------------------------------------

Processo: 2007.01.1.039400-2 

Esse é o relato do insólito episódio de RODRIGO RAMOS DE LIMA acusado de tentar dar uma bicotinha no rosto da suposta vítima e, desse modo, "atentar contra o pudor" da distinta. 

------------------------------------------------------------------------------------------------------